0

Saiba como observar as chuvas de meteoros de hoje

 




 

Saiba como observar as chuvas de meteoros deste mês

A todo momento vemos notícias sobre chuvas de meteoros, quedas de asteroides, choque de corpos celestes com a superfície da Terra ou simples eclipses que poderão ser visíveis no Brasil, certo? Infelizmente, muitas vezes essas notícias são falsas ou então contém informações errôneas. Aí vai a primeira dica importante aos aficionados pelo #Espaço: acompanhe o blog da NASA!

Hoje vamos explicar simplificadamente como e onde você pode observar dois grandes eventos astronômicos que estão acontecendo neste mês de agosto.

Para começar, precisamos desmistificar as chuvas de meteoros: ao contrário do que pode parecer, elas não são nem um pouco raras.

A todo momento poeira extraterrestre encontra a superfície da Terra e nos proporciona momentos de felicidade fugaz com o brilho de seu rastro. Exatamente! Uma chuva de meteoros é composta por detritos (geralmente de um asteroide) que acabam entrando em contato com a nossa atmosfera, gerando uma sequência de “estrelas cadentes” em uma mesma área no céu.

 




 

Por ser algo tão simples, chuvas de meteoros são comuns! Entre o mês de julho de agosto de 2017, por exemplo, estão acontecendo os eventos astronômicos conhecidos como: Delta-Aquarídeas Austrais; Pisces-Australídeas; Alfa-Capricornídeas; Iota-Aquarídeas Austrais; Delta-Aquarídeas Boreais e a chuva das Perseíades. Destes eventos, os mais importantes são a chuva de Perseíades e a chuva de Delta-Aquarídeas.

Antes de tudo, baixe algum aplicativo para encontrar a localização das constelações.

Aplicativos úteis: Carta Celeste, NASA App, Night Sky Lite, Sky Map, etc.

Chuva de Perseíades: chuva anual que acontece quando a Terra passa pelos detritos deixados da trajetória do cometa 109P/Swift-Tuttle. Será possível observar durante todo o período de 17 de Julho a 24 de Agosto os meteoros de Perseíades no céu. A chuva tem seu pico na noite do dia 11 para o dia 12 de agosto, com previsão de 80 a 100 meteoros por hora! Infelizmente esta constelação só pode ser vista no sudeste e sul do Brasil, e a observação pode ser um pouco atrapalhada pelo brilho da lua cheia (79% de iluminação). De qualquer maneira, é um dos maiores espetáculos de meteoros! Vale a pena procurar um bom lugar para sua observação! Para vê-la, procure pela constelação Perseus e a constelação Cassiopeia – a chuva ocorrerá entre as duas.

Veja aqui um vídeo da NASA sobre a chuva de Perseíades no ano de 2013.

Chuva Delta Aquáridas do Sul: ativa de 12 de julho a 23 de agosto, na constelação de Aquário, a chuva de meteoros de Delta Aquáridas teve seu pico no dia 30 de Julho – nesta noite, a NASA detectou cerca de 20 “bolas de fogo”, meteoros super brilhantes.

A constelação aparece no horizonte leste por volta das 21h e permanece visível até antes do amanhecer. O melhor horário para a observação, porém, é por volta das 2h e 3h da madrugada, quando a constelação está mais alta no céu (zênite). A chuva Pisces-Australídeas, em menor intensidade, acontece ao lado da constelação de Aquário e também pode ser visível.

 




 

Lembrete astronômico: dia 21 de Agosto também teremos o Eclipse solar, visível completo nos Estados Unidos e parcial ao norte do Brasil.

Aguardamos ansiosamente pelo pico da chuva de Perseíades! Conhece algum lugar tranquilo e visualmente limpo, longe das luzes da cidade? Vamos nos preparar e torcer para o céu não ficar nublado! #Meteoro #Astronomia

 

 

Administradores

Procuramos estar sempre trazendo do bom e do melhor para vocês, nossos leitores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *