0

Governo prepara programa para incentivar retirada dos beneficiários do Bolsa Familia

 




 

O Governo deve lançar nas próximas semanas um novo programa social, sendo o objetivo elevar a renda de 1 milhão de famílias para que elas possam deixar o Bolsa Família em pelo menos 2 anos.

Batizada pelo nome Progredir, a ação irá oferece cursos de qualificação profissional, que ajudará na seleção de oportunidades de trabalho e disponibilizará R$3 bilhões em microcrédito para famílias de baixa renda que esteja inscritas no Cadastro Único, um dos programas do governo federal.

” Progredir é um programa vinculado ao público do Bolsa Família, para a população mais pobre do Brasil, que tem por objetivo criar oportunidade de emprego e renda para essa população. Não é um programa para tirar as pessoas do Bolsa Família” disse o ministro.

 




 

O Governo trata como uma “forma de emancipação” do Bolsa Familia, afirmou terra.

O Programa será voltado para jovens e adultos da cidade e do campo. O universo de pessoas que poderão ser atendidas pode ir além das 13,4 milhões de famílias inscritas.

Qualificação Profissional: Criação de cerca de 1 milhão de vagas em cursos de formação inicial de qualificação profissional.

Intermediação de mão de obra: Cruzamento de curículos e de vagas de empregos de forma regionalizada. Cerca de 20 milhões de trabalhadores estão no público alvo.

Microcrédito e educação financeira: Oferta de R$3 bilhões em microcrédito e de cursos de educação financeira para 100 mil famílias e 1,7 milhão de autônomos.

O Governo pretende “emancipar” em 2 anos 1 milhão de famílias do Bolsa Família.

Bolsa Família:

Os beneficiários do Bolsa Familia terão prioridade nas ações do Progredir.

” Especialmente em momentos de crise econômica, é preciso ir além da transferência de renda pura e simples, modelo que se esgota”.

Para 2018, o Bolsa Família pode ter o orçamento reduzido. De acordo com o MDS, em 2017 o valor destinado ao programa foi de R$29,3 bilhões, sendo para o próximo ano a previsão orçamentária é de R$26 bilhões.

 




 

Outra ação é incluir no sistema bancário parte da população que ainda não tem conta em banco.

Administradores

Procuramos estar sempre trazendo do bom e do melhor para vocês, nossos leitores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *